30 de outubro de 2007

un temps épouvantable


épouvantable é a minha palavrinha preferida no francês (essa semana, pelo menos). no dicionário a definição dela é 1. assustador, terrível, atroz, horrível, insuportável 2. monstruoso, abominável. eu acho divertida a pronúncia e passei metade de uma aula adjetivando tudo de épouvantable (que seria o meu estado final se eu continuasse enchendo o saco do professor na outra metade da aula)

hoje caiu o mundo aqui em curitiba. de 0 a trovoadas, rua alagadinha e falta de luz em quase um minuto. deve ser algum tipo de recorde, aposto! tava eu aqui, feliz no pc, com a janela aberta... e de repente tudo fica cinza, entram um monte de folhas de árvore pela janela e começa a trovoar. ou era uma tempestade ou os ets invadiram a terra, pensei eu. quase joguei os bracinhos pra cima e gritei "me leva, nave mãe!!!". não foi dessa vez.

daí começou a chuva. me acabo com chuva. amo de verdade, todo o cheiro que fica depois, o barulho, o céu cinza, ficar enrolada com o namorado no sofá enquanto o mundo desaba lá fora. miacabo mesmo de feliz com chuvas. mas velho... (hermanoteu, véi!!!) carááái, véééi! o mar tá abrindo no meio, VÉÉÉI!!! o mundo tava caindo!!! fui pra varanda ficar vendo a chuva. ir pra facul virou projeto não realizável hoje (não era impossível, mas a chuva acabou com a vontade totalmente) e eu e a sabrina ficamos no escuro, olhando o céu cinza-verde lá fora.

a parte ruim disso tudo foi que, com a falta de luz ninguém viu o pote dois litros de sorvete de maracujá largadão em cima da mesa e ele virou suco. ô desperdício...


sou agora uma pessoa séria à procura de um estágio. fui até comprar roupas de gente adulta. levei minha mãe junto, e cada coisa que eu vestia, saia do provador e perguntava "tô séria???". acho que ela nunca riu tanto da minha cara numa tarde só. é o que dá ter uma identidade ainda com essa foto...

4 comentários:

Chu disse...

Non creio que meu comentário não saiu. Blogger feio.

Então, eu tinha dito que também adoro cheiro de chuva e tambem adoro observar a chuva cair. Mas só quando estou em casa sem fazer nada. São Paulo com chuva não é algo agradável: bastam algumas gotículas pro trânsito foder de vez.

E eu já tive que usar roupas de gente adulta (vulgo roupa social), tipo tailleurzinhos e etc. Hoje em dia tenho a felicidade de poder trabalhar de jeans e All Star, caso eu queira. Geralmente uso blusas batutinhas e sapatos idem, mas a possibilidade de poder usar tênis é uma beleza, coisa linda de Deus.

B. disse...

Põ, aqui a luz acabou enqto eu fazia o exame de uma criancinha...quase apanhei do pai.

B. disse...

Põ, aqui a luz acabou enqto eu fazia o exame de uma criancinha...quase apanhei do pai.

Lolla Moon disse...

essa foto da sua identidade é um bijou. tres jolie, mademoiselle!

sorvete de maracujá. merda. agora eu quero, não vou achar isso aqui NUNCA e a culpa é toda sua. :P