24 de outubro de 2009

no meio do caminho tinha uma lavanderia, tinha uma lavanderia no meio do caminho

todo mundo me pergunta o que é mais difícil aqui na frança. é aprender a língua? é estar sozinha? é a conjunção astral atual e as implicações do rebaixamento de plutão do status de planeta? não.

meus caros, o que me fode a existência aqui na frança é lavar roupas.

algo aparentemente tão simples! e não é nem lavar as roupas em si. não tenho problema nenhum em fazer isso. o problema é que o universo conspira contra. quando eu nasci, provavelmente as nuvens se abriram e uma grande mão apontou pra mim enquanto gritava "não terá sucesso jamais em lavar roupas!"

pra usar a lavanderia da residência universitária é necessário comprar as fichinhas da máquina de lavar e da máquina de secar. problema número 1: o escritório que as vende só abre das 14:30 às 16:30, e eu tenho aula várias vezes nesse horário. ultrapassando esse problema, só existe uma máquina de cada tipo, então você tem que ter a sorte de pegá-las vazias.

ok, vamos à primeira vez que eu consegui fazer isso tudo, um sábado às 8 da manhã. desci feliz e enchi a máquina de roupas e sabão. fechei a porta. enfiei a moedinha e... tudo se desligou. a máquina deu "pane" e ficou sem energia. melhor: comeu a minha moeda. bonus points!: a máquina só abre apertando um botão no painel eletrônico dela e, com a pane, minhas roupas ficariam presas lá. no sábado, 8h da manhã, e só teria alguém da administração na segunda.

do lado das instruções de uso tinha um cartazinho: em caso de problemas ligue XXXXXXX. liguei pra XXXXXXX só pra escutar que "pane na máquina de lavar não classifica um problema. tu tu tu tu".

apesar da vontade de sentar no cantinho e chorar, eu subi até o ap e... peguei meu molho de chaves, meu canivete e o conjunto de chavinhas hexagonais que eu comprei pra arrumar a bicicleta. e passei uns bons 20 minutos entortando chaves, quebrando chavinhas e arranhando a máquina pra tentar forçar a porta, o que não funcionou. duas horas depois a máquina acordou do pane e, com uma nova moeda, consegui lavar a roupa. ok, essa vez deu certo.


na vez seguinte, eu só consegui a máquina vazia 21:10, mais ou menos. tem um cartaz na lavanderia dizendo que é proibido lavar roupa após as 22h, e que a ultima carga deveria ser feita antes das 21h pra uma lavagem completa. desesperada pela falta de roupas, decidi arriscar e apertei "lavagem rápida", que dizia demorar 45 minutos. ou seja, a tempo, né? não. às 22h, com o mostrador bizarro da máquina dizendo que ainda faltavam 6 minutos (!!!), a máquina apagou sozinha. porque, veja bem, eram 22h. e é proibido lavar roupa após as 22h. devolta, minhas roupas estavam presas na máquina. e lá ficaram até as 8h da manhã seguinte, quando a máquina religou e terminou os 6 minutos de lavagem enquanto eu esperava sentada num balde, querendo me afogar numa poça de água. mas OK, ainda fiquei com as minhas roupas.

daí agora nessa terceira vez, resumindo bem, algum filhodaputa tirou a minha carga de roupas da máquina e colocou no chão. minhas roupas lavadinhas e limpinhas, no chão. porque passaram DOIS MINUTOS entre o tempo do fim da lavagem e eu descer pra pegar as roupas. deu vontade de cancelar a lavagem dele, juro. (sei que era algum garoto pelas cuecas girando na máquina). deu vontade de abrir a máquina e jogar sucrilhos lá dentro com as roupas dele. mas eu sou legal e só desejei que ele rolasse escada abaixo no escuro a próxima vez que descesse pra lavanderia com uma pilha de roupas pra lavar. só isso.

e agora, depois dessa lavagem, e de esfregar calças jeans no chuveiro na mão, por falta de moedinhas pra lavá-las... (não que eu não tenha dinheiro, mas acabaram as moedinhas pra vender no escritório. tá, eu também estou sem dinheiro, mas não foi esse o motivo). depois de tudo isso, não é que eu estou a 3 dias com um apartamento cheio de roupas pra secar e nada seca? e eu viajo amanhã por uma semana sem roupa nenhuma, quase? juro, o tempo só fica mais e mais umido, e a impressão é que a roupa só fica mais e mais molhada. hoje o chão do meu apartamento estava um pouco molhado quando eu entrei, de tanta água no ar.


eu desisto. como disse a leleca, vou virar macha e começar a usar as roupas do lado contrário quando elas ficarem sujas, viu

3 comentários:

Ana disse...

tadiiinha! >.< quando eu estiver aí juro que compro mil fichinhas e lavo tudo pra vc! ^^ com amaciante!
*abraça*

beeejo

Lua disse...

eu adoooro seu blog! *-*

Leleca disse...

eu não acredito que você não botou sucrilhos na roupa do moço. não acredito. fala a verdade: você só tava sem sucrilhos em casa, né? e a dica: bota choco krispis que libera aquele chocolatinho MASSA.